Cheio de polêmicas sobre transmissão, Fla-Flu desta quarta vai passar no Youtube

Em meio a um impasse sobre os direitos de transmissão, o segundo turno do Campeonato Carioca chega à decisão nesta quarta-feira (8), no Maracanã. Fluminense e Flamengo disputam a final da Taça Rio a partir das 21h30. O Fla-Flu poderá ser o duelo decisivo da competição, já que o Flamengo venceu o primeiro turno e ficará com o título se triunfar também no segundo. Caso o Fluminense leve a melhor, haverá mais dois jogos para definir o campeão estadual. Na manhã dessa terça-feira (7), o Fluminense anunciou que o jogo terá transmissão do canal do clube no YouTube, a FluTV. “O clube informa ainda que neste momento, pelo bem do futebol, dos torcedores e por ser o primeiro jogo do time profissional transmitido na FluTV, a exibição será aberta de forma gratuita e irrestrita para todos que possuem interesse em assistir à partida no Brasil e no mundo”, afirmou a agremiação tricolor, mandante da final desta quarta após sorteio realizado pela federação do Rio de Janeiro (Ferj). Apesar disso, a Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) moveu um processo no órgão pedindo que o Flamengo também tenha o direito de transmitir a final na FlaTV. Até o início da noite dessa terça, ainda não havia uma resposta para a questão. Na segunda (6), a TV Globo informou que não exibiria a partida porque entende que o contrato de transmissão do torneio foi quebrado no momento em que a FlaTV, canal do Flamengo na internet, mostrou a partida da equipe contra o Boavista, na semana passada. A Globo diz que tinha um acordo de exclusividade, violado pela exibição, e já havia dado o compromisso como rescindido na última quinta (2). No entanto, a Ferj obteve uma liminar na 24ª Vara Cível do Rio de Janeiro contra a rescisão unilateral, o que obrigou a TV a transmitir o confronto entre Fluminense e Botafogo, no domingo (5), pela semifinal da Taça Rio. Responsável pela decisão, a juíza Eunice Bittencourt Haddad determinou na segunda que a liminar concedida por ela não é válida para jogos do Flamengo. Isso porque o clube rubro-negro já não tinha contrato assinado com a emissora carioca, que se acertou apenas com os demais 11 times envolvidos no campeonato. “A Globo reitera seu entendimento de que o contrato foi rescindido e reafirma que os clubes estão livres para ceder os direitos sobre seus jogos ou transmiti-los”, afirmou a TV, em nota. Além do embate com o Boavista, o Flamengo também exibiu sua partida contra o Volta Redonda, no domingo, na FlaTV. O clube se diz amparado pela Medida Provisória 984, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e publicada no Diário Oficial do último dia 18. A medida dá ao clube mandante a prerrogativa de comercializar seus direitos de transmissão. Até a publicação da MP, o texto da Lei Pelé previa que esse direito pertencia às duas partes envolvidas na partida. Desfalques O Fluminense terá dois desfalques para a final. O técnico Odair Hellmann não poderá contar com o atacante Fred e com o meia Ganso. O camisa 9 acusou dores no pé direito, enquanto Ganso apresentou um quadro de lombalgia. Eles estão fora da lista de relacionados. Dessa forma, a tendência é que o setor ofensivo do Fluminense seja formado por Nenê, Evanilson e Marcos Paulo, que foi barrado para o jogo contra o Botafogo, pela semifinal da Taça Rio. Por outro lado, o zagueiro Matheus Ferraz está à disposição após cumprir suspensão diante do Botafogo, por conta do terceiro cartão amarelo. O clube tricolor pode ir a campo com: Muriel; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Egídio; Hudson, Dodi e Yago Felipe; Nenê, Marcos Paulo e Evanilson. Já o Flamengo deve entrar em campo com força máxima. Assim, o time comandado por Jorge Jesus deve ter a seguinte escalação: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Gérson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabriel. Estádio: Maracanã, no Rio Horário: 21h30 Juiz: Bruno Arleu de Araújo

Fonte: O Tempo