Presidente do América se reúne com elenco antes da retomada do futebol

O presidente do Conselho Administrativo do América, Marcus Salum, esteve no CT Lanna Drumond, na última quinta-feira (23), para uma conversa com os jogadores e comissão técnica antes das atividades no campo. Salum cobrou concentração do elenco no retorno ao futebol, após mais de quatro meses de paralisação, e foco nos objetivos Clube na temporada, que são avançar na Copa do Brasil e conquistar o acesso à Série A. “Nestes 120 e poucos dias de quarentena, é a segunda vez que venho ao CT. Primeira foi só para fazer testes, e hoje achei importante fazer uma reunião com a comissão técnica, ao ar livre, e conversar um pouco com o nosso grupo de jogadores. Um grupo que enfrentou com a gente essa quarentena, sendo parceiro, estando junto e na volta aos treinamentos um empenho que a gente percebe que é muito grande. Mas nós temos que recomeçar e um recomeço depois de ter tido um início muito bom e uma interrupção muito grande. Então, o objetivo é mais uma conversa dizendo que nós vamos ter de escrever história outra vez”, destacou Salum. Ainda para o dirigente americano, a retomada promete dificuldade com a sequência de jogos e o novo calendário. “Não vai ser fácil, mas nos temos que começar de novo. Jogar e ganhar, como nós estávamos fazendo, com foco basicamente no Brasileiro e na Copa do Brasil, são os nossos grandes objetivos e cumprir essa etapa final do Mineiro, inclusive com o clássico de domingo. O foco maior é realmente nos mantermos unidos e sabermos que juntos vamos caminhar nessa campanha e se Deus quiser vamos nos levar de volta à Primeira Divisão”, concluiu. O América está invicto na temporada e é o líder do Mineiro com 21 pontos. No próximo domingo (26), enfrenta o Atlético, às 16h, na Arena Independência, pela 10ª rodada do Estadual. Dia 7 de agosto, estreia na Série B contra a Ponte Preta, em Campinas. O Coelho ainda aguarda a confirmação do jogo de volta, da terceira fase da Copa do Brasil, contra a Ferroviária. Na ida, empate sem gols, em Araraquara.

 

Fonte: O Tempo