Galo concentra intensidade nas etapas iniciais, mas ainda não marcou no 2º tempo

O Atlético marcou sete gols em três jogos desde que retomou suas partidas. Um ponto em comum entre elas é que em nenhuma a rede foi estufada no segundo tempo. O time tem entrado em campo com muita intensidade nas etapas iniciais, pressionando o adversário, mas apresenta uma postura mais moderada no segundo tempo. Contra o América, nesse domingo (2), o Atlético marcou seus dois gols no primeiro tempo. Questionado sobre essa queda no segundo, o técnico Jorge Sampaoli disse que tudo isso é “parte da evolução” da equipe. “A falta de domínio foi basicamente nos primeiros 15 minutos (do segundo tempo), em que saímos um pouco distraídos. Depois, nos 30 finais, me parece que a equipe retomou. Teve mais chances claras no segundo tempo do que no primeiro. É parte da evolução”, disse após vitória por 2 a 1 sobre o América. Contra o Coelho na semana passada, pela décima rodada do Mineiro, o Atlético também abriu o placar no primeiro tempo. Na etapa final, o Coelho empatou. Contra o Patrocinense, o Galo construiu sua goleada por 4 a 0 inteiramente nos primeiros 45 minutos de jogo. “Nos outros jogos, nós controlamos o primeiro tempo, controlamos tudo. No segundo tempo (contra o América, nesse domingo), nós deixamos de controlar o jogo, não conseguimos jogar por dentro, por isso a pressão do rival, que no primeiro tempo não criou, mas no segundo criou em alguns momentos. Creio que é um lapso de consolidação de dominar com a bola e se defender com a bola. Queremos, sim, defender com a bola, mas estamos em uma fase que ainda nos falta crescer um pouco”, completou o argentino. O Atlético volta a campo nesta quarta (5), às 21h30, contra o América, pela partida de volta da semifinal do Campeonato Mineiro. O time de Sampaoli precisar vencer ou empatar para chegar à final do Estadual. O América só avança se vencer, independentemente da diferença de gols sobre o Galo.

Fonte: O Tempo