Cruzeiro: Aspecto seco do gramado da Toca II não atrapalha prática profissional

Os campos de treinamentos da Toca da Raposa II mostram-se aparentemente ressecados, como é possível observar nas imagens disponibilizadas pelo clube neste período de pandemia. O aspecto, no entanto, de nada atrapalha a qualidade técnica das atividades comandadas por Enderson Moreira. A predominância amarelada é explicada pelo clima seco do inverno, que começou no hemisfério sul no último dia 20 de junho. Justamente por causa do frio, os gramados precisam passar por um novo plantio nesta época do ano, o que ainda não aconteceu nos campos em que o profissional vem trabalhando. “O aspecto atual da coloração dos campos da Toca II trata-se apenas de uma questão estética, devido ao período com clima seco aliado ao não plantio da grama de inverno. O Cruzeiro Esporte Clube assegura que o aspecto técnico dos campos está de acordo com o nível que exige o futebol profissional”, informou o clube, por meio de sua assessoria de imprensa.

Fonte: O Tempo