Marcos Braz comenta interesse do Benfica em Jorge Jesus: ‘Sinal de que acertamos’

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, falou, nesta quarta-feira, sobre o interesse do Benfica em repatriar o treinador Jorge Jesus. O dirigente rubro-negro destacou a relação de lealdade com o treinador e classificou como normal o assédio de outros clubes. – Não estou a par oficialmente (do interesse do Benfica), mas lemos pelos jornais. Tenho nacionalidade portuguesa, sou português e conheço muitas pessoas do futebol que me confirmam. Um grande clube português querer contratar o Jorge é sinal de que acertamos ao acreditar nele há um ano. Nada que seja inesperado – disse Braz, em entrevista ao jornal português “A Bola”. O dirigente disse ainda não conversado sobre o tema com o treinador, mas confia na boa relação para conduzir a conversa da melhor maneira. – Não conversei com o Jorge sobre esse assunto. Se houver qualquer interesse dele em falar sobre qualquer assunto, falarei com ele. Vou aguardar. A minha relação com o Jorge é a mais leal possível, por tudo o que tratamos e falamos desde que falei com ele em Lisboa. Cumpri tudo e nem estou a falar de assuntos financeiros. É uma relação muito boa. No dia em que (Jesus) ache que tem de falar de um assunto importante para falar comigo, falarei. Não temos de negociar nada. A minha relação com o Jorge é maior do que isso. Vai conversar comigo a hora que entender ou se entender que tem alguma coisa para falar. Não tem de abrir negociação, não tem abrir mão – encerrou.O Benfica está à procura de um novo treinador no mercado desde a saída de Bruno Lage, na última semana. Jorge Jesus pode conquistar mais um título à frente do Flamengo, nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, em caso de vitória sobre o Fluminense, na decisão da Taça Rio.

Fonte: Lance