Justiça condena Cruzeiro a pagar R$ 1,3 milhão ao atacante camaronês Joel

No início da tarde desta sexta-feira (31), o juiz Adriano Marcos Soriano Lopes, da 45ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, publicou a setença de que o Cruzeiro foi condenado em primeira instância a pagar R$ 1,3 milhão ao atacante Joel. O Cruzeiro pode recorrer da decisão. A sentença veio um dia após audiência entre as parte e a Justiça do Trabalho deu ganho de causa ao camaronês, que reclama de salários que não foram pagos em 2019, verbas trabalhistas e outros pedidos. Joel permaneceu vinculado à Raposa até o dia 14 de junho deste ano, quando o contrato se expirou. Um mês depois, ele decidiu ingressar contra o clube na Justiça do Trabalho. Na última quinta-feira (30), Joel participou da audiência ao lado do advogado Daniel Lourenço, enquanto o Cruzeiro esteve representado pelo supervisor administrativo Benecy Queiroz e os advogados Gilmara Seixas e Davidson Malacco. Contratado junto ao Coritiba em 2014, o atacante disputou 24 jogos com a camisa do Cruzeiro e marcou três gols. O desempenho fraco o fez ser emprestado para Santos, Botafogo, Avaí e Marítimo, de Portugal.

 

Fonte: O Tempo