Andres Sanches ataca Lula em derrota judicial para Juca Kfouri

No início da semana, o presidente do Corinthians, Andres Sanches, tentou intimidar o jornalista Juca Kfouri, processando-o por crimes contra a honra, contrariado com matérias que revelavam seus podres na condução do clube de Parque São Jorge.
Para embasar uma de suas ‘teses’, de maneira covarde, o cartola atacou o ex-presidente Lula, a quem chegou até a fazer reverência no período que o político ocupava a Presidência da República:
“A questão da vinculação do nome do ex-presidente é de fácil compreensão: a única intenção do Querelado era vincular a imagem desgastada do ex-presidente pelas inúmeras condenações criminais proferidas no âmbito da Operação Lava-Jato ao Querelante, numa explícita tentativa de intitulá-lo de bandido, ou corrupto”
A ‘indignação’ se deu em torno de um comentário do jornalista que tratou Lula, em sentido figurado, como presidente ‘de fato’ do Corinthians durante o período da construção do estádio de Itaquera.
Basta pequena passagem de olhos no trabalho de Juca para verificar que a opinião do jornalista sobre o ex-Presidente da República é exatamente a contrária do que a insinuada no processo movido pelo mandatário do Corinthians.
Sanches se deu mal.
Primeiro com o Ministério Público, que, de pronto, rejeitou formalizar a denúncia, depois em sentença do juiz Fabrizio Sena Fuzari, com direito a aula sobre liberdade de imprensa e expressão:

 

Fonte: Blog do Paulinho