Villa Nova deixa Nova Lima e faz reta final de preparação do Estadual na Toca I

Em vias de recomeçar sua luta contra o rebaixamento no Campeonato Mineiro, o Villa Nova optou por se concentrar, desde a última sexta-feira, na Toca I, centro de treinamento da base do Cruzeiro. Nesta segunda-feira, o volante Augusto Recife, um dos poucos jogadores que remanesceram desde o início do campeonato, postou foto com alguns integrantes do elenco no CT celeste, que atende a base. A Toca 1 está funcionando com estrutura mínima de manutenção.  O Leão voltou aos treinos no dia 2 de julho e, desde então, vinham fazendo suas atividades no estádio Castor Cifuentes, que vai receber o jogo da última rodada da fase de classificação. Até aqui, o time de Nova Lima soma nove jogos, uma vitória, um empate e sete derrotas no torneio estadual. O comando será de Ademir Fonseca, que estava na URT. O time da cidade da região metropolitana chegou a entrar com liminar, ao lado do Tupynambás, para suspender o Estadual, alegando curto prazo para se preparar. O pedido não foi aceito pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD).  No próximo domingo, o Villa tem um jogo decisivo contra o Uberlândia, fora de casa, precisando vencer para seguir com chances de se manter na elite. Depois de ir até o Triângulo, o Leão retorna para a Toca 1 para seguir com sua preparação para a última rodada, que pode ser para cumprir tabela ou ser como uma final. Se o Villa perder para o Verdão e o Coimbra, concorrente direto, empatar seu jogo, o Villa estará matematicamente rebaixado para o Módulo II. Caso chegue com chances para a última rodada, o Villa terá uma decisão pela frente justamente diante do Coimbra, dentro de seu estádio.

 

Fonte: O Tempo