Tombense vence Caldense, vai à final pela 1ª vez e é campeão do interior

Está definido o primeiro finalista do Campeonato Mineiro. O Tombense voltou a vencer a Caldense, nesta quarta-feira (5), no Independência, por 2 a 0, e vai disputar a decisão estadual pela primeira vez em sua história. O adversário sai logo mais, às 21h30, no duelo entre América e Atlético. A vitória sobre a Veterena também valeu o título de Campeão do Interior para a equipe de Tombos (o segundo de sua galeria; o primeira vez foi em 2013) e a vaga na decisão da Recopa do Interior, contra o Uberlândia, campeão do Troféu Inconfidência, no ano que vem. Cássio Ortega abriu o marcador aos 27 min do primeiro tempo e o atacante Gabriel Lima ampliou, aos 34 min do segundo (o lance precisou da checagem pelo VAR). O Tombense já tinha vencido a partida de ida da semifinal, por 1 a 0. Ainda não há data para as finais do Estadual. Nesta quinta-feira (6), a equipe do interior se reúne com a Federação Mineira de Futebol (FMF) e o outro finalista para encontrar uma brecha no calendário, que ficou apertado devido à pandemia do novo coronavírus. Líder da primeira fase, a equipe do técnico Eugênio Souza e do artilheiro Rubens, que tem seis gols no torneio, chega à finalíssima com a vantagem de jogar por dois empates ou uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols para ser campeão mineiro pela primeira vez. Em 13 jogos na competição, o Gavião-Carcará somou dez vitórias, dois empates e apenas uma derrota, para o América. O time é dono da melhor defesa do torneio, com seis gols sofridos, e marcou 21. O Tombense já tem compromisso pela Série C do Campeonato Brasileiro no próximo sábado (8). O time estreia na competição diante do Ituano, em Itu, pelo grupo B da competição. A Caldense, por sua vez, volta suas atenções para a Série D. O alviverde terá um mês e meio de preparação até a primeira partida, no dia 26 de setembro, contra o Atlético-BA. FICHA TÉCNICA Tombense 2 x 0 Caldense Motivo: Campeonato Mineiro – semifinal (volta) Estádio: Independência Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro VAR: Emerson de Almeida Ferreira Gols: Cássio Ortega e Gabriel Lima (T) Cartões amarelos: Jonathan, Lucas Múfalo, Franklin e Lucas Silva (C). Tombense Felipe Garcia; David, Admilton, Matheus Lopes (Ramon) e João Paulo; Rodrigo (Maycon Douglas), Ibson, Marquinhos (Falcão), Cássio Ortega, Gabriel Lima (Jhemerson) e Rubens (Welberty). Técnico: Eugênio Souza. Caldense Alyson; Filipi Sousa (Guilherme Martins), Jonathan Costa, Lucas Múfalo e Rafael Rosa (João Pedro); Lucas Silva, Franklin, João Victor, Nathan (Verrone), André Mensalão (Léo Rafael) e Kaíque Maciel. Técnico: Marcus Paulo Grippi.

 

Fonte: O Tempo