Segundo especialista, Corinthians descumpriu as regras do jogo ao escrever ‘SCCP’ na pequena área do gramado de Itaquera

Ontem, em resposta ao suposto (há quem desconfie da origem) ato de vandalismo que inseriu a inscrição ‘8 a 0’ – em alusão a maior goleada da história do clássico entre Corinthians e Palmeiras – no gramado do estádio de Itaquera, a diretoria alvinegra tomou medidas de contragolpes provocativos.
Entre as quais, pintar, no mesmo local, ou seja, a pequena área de uma das metas, as iniciais ‘SCCP’.
Porém, segundo o especialista em arbitragem, Rafael Porcari, o gesto violou as regras do jogo:
“Pela frieza das Regras do Jogo, em nenhuma hipótese você pode ter qualquer coisa escrita no gramado”
“O correto seria apagar o vandalismo, cortando a grama/pintando os postes e tirando todos os resquícios”
“A solução (não sei se aprovada pela FPF) foi disfarçar tudo isso escrevendo as iniciais do nome do Corinthians: SCCP”
“Repito: não é algo aprovado pelas Regras do Jogo. Aliás, entendo que, para quem assiste pela TV, se sente prejudicado pelas letras, pois a bola, quando passa ali, “some” no branco delas”
Mais uma, entre diversas omissões do departamento jurídico do Corinthians que, por obrigação, tem o dever de assessorar a diretoria do clube para evitar gestos de irresponsabilidade que possam, de alguma maneira, comprometer a agremiação.
EM TEMPO: o árbitro Raphael Claus omitiu, na súmula da partida, o procedimento incorreto do Corinthians:

Fonte: Blog do Paulinho