Retorno: Com impasse em BH, Cruzeiro estuda mando em três cidades

O Campeonato Mineiro está marcado para retornar no próximo dia 26 de julho. Porém, ainda há ainda muito impasse sobre os locais onde os jogos serão realizados.A Federação Mineira de Futebol já descartou a possibilidade de sede única, como foi planejado inicialmente, mantendo os mandos originais. O Cruzeiro possui ainda dois jogos na fase de classificação. Um deles é em casa, a partida contra a URT, pela 10ª rodada.  Em entrevista à rádio Super 91.7 FM, Sérgio Santos Rodrigues, presidente da Raposa, destacou que o corpo técnico do clube vai começar a analisar a partir desta semana possibilidades de estádios para receber os jogos do time caso a prefeitura de Belo Horizonte vete partidas na cidade. Inicialmente, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SES), não é possível prever como estará o cenário da pandemia na capital no dia previamente marcado para a volta do torneio estadual.   O plano B passa por Sete Lagoas, com a Arena do Jacaré; Alçapão do Bonfim, em Nova Lima; e a Arena do Calçado, em Nova Serrana.  “Não podendo jogar em Belo Horizonte, a nossa equipe técnica vai começar a fazer as visitas essa semana, no princípio da semana que vem, mas devemos ir ou a Sete Lagoas ou Nova Lima, enfim, talvez Nova Serrana pode ser uma alternativa. Vamos analisar as condições desses dois estádios mais perto, que estamos acostumados a jogar caso BH não seja possível fazer”, disse Sérgio Santos Rodrigues à Rádio Super 91.7 FM. O Super.FC também obteve a informação de que o Cruzeiro analisa o Sesc Venda Nova como opção em caso de liberação de partidas em BH. Seria uma maneira de corte de custos. A equipe ainda não chegou a um acordo com o Mineirão para a realização de partidas no estádio. O presidente celeste ainda ressaltou à Super 91.7 FM seu posicionamento favorável ao retorno do Estadual respeitando todas as medidas de segurança e saúde planejados.  “Eu sou a favor, todo mundo sabe disso, respeitado os protocolos de saúde, parece que o presidente Adriano Aro vem conduzindo com maestria, a FMF construiu um protocolo bem interessante e seguro, e obviamente aprovado pelos órgãos de saúde do estado, somos a favor da volta nesses moldes sim”, concluiu o dirigente estrelado.  O Cruzeiro aparece na quinta posição do Campeonato Mineiro, com 14 pontos, figurando nesse momento fora da zona de classificação à fase semifinal. O clube está três pontos atrás da Caldense, sendo que o time de Poços Caldas é o último rival da Raposa na primeira fase.

 

Fonte: O Tempo