Recopa Mineira segue no calendário, mas só deve ser disputada em 2021

Uma das novidades para 2020, a Recopa Mineira está garantida, segundo a Federação Mineira de Futebol (FMF). A disputa, no entanto, ainda não tem uma data definida e só deve mesmo acontecer no ano que vem, quando o público já puder acessar os estádios. O futebol brasileiro já acumula quatro meses de interrupção por causa da pandemia do novo coronavírus. Mas o Campeonato Mineiro já volta no próximo domingo (26) para as duas últimas rodadas da competição e, na sequência, finalizar o torneio com semifinais e finais. A Recopa Mineira ou Recopa do Interior, como é denominada no regulamento, será um embate mata-mata em dois jogos, disputado entre o Campeão do Interior e o campeão do Troféu Inconfidência. O título de campeão do interior é dado à equipe melhor classificada no Campeonato Mineiro, excluindo os três grandes da capital. Tombense, atual vice líder, e Caldense, quarta colocada, estão no páreo. Já o Troféu Inconfidência será uma competição disputada paralelamente às semifinais com os classificados entre o quinto e o oitavo lugar (5º x 8º e 6º x 7º). Os vencedores dos duelos fazem a final. Esses jogos serão realizados em partidas únicas. Na hipótese de América, Atlético ou Cruzeiro se sagrarem campeão do Troféu Inconfidência, a Recopa será disputada entre o Campeão do Interior e o clube do interior mais bem colocado no Troféu Inconfidência. A decisão da Recopa vai acontecer em partidas de ida e volta. Em caso de dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols, o campeão será definido em cobrança de pênaltis.

 

Fonte: O Tempo