‘Os jogadores do Flamengo sentiram muito a saída do Jesus’, diz empresário de Filipe Luís e ex-lateral

Jorge Jesus já foi anunciado na nova (velha) casa e, desde a última terça-feira, está em Lisboa para iniciar os trabalhos no Benfica. A despedida de funcionários e atletas do Flamengo ocorreu no dia 20, e os jogadores “sentiram muito” a saída do treinador. Foi o que exprimiu Guilherme Siqueira, ex-lateral-esquerdo, antigo comandado do Mister e empresário de Filipe Luís.Em entrevista ao jornal “Record”, de Portugal, Siqueira, que foi treinado por Jesus no Benfica na temporada 2013/14, ainda comentou sobre os fortes laços pessoais que o técnico gera por onde passa.- Assim que o Jesus chegou ao Flamengo (junho de 2019), o Diego (Alves) me ligou, jogamos no juntos no Valencia, para saber um pouco mais do treinador. Falei para ele se preparar para meses espetaculares, tanto a nível pessoal, quanto coletivo. E isso acabou se concretizando, porque realmente ele deixou saudades – falou o ex-atleta, aos 34 anos, emendando:- Como vocês puderam ver, através da imprensa… Virou uma amizade, não foi só a questão profissional. Tenho certeza que ele (JJ) saiu com bastante tristeza no coração, e os jogadores sentiram muito… todos, sem exceção, já que potencializaram com a chegada de Jesus, também como seres humanos. O trabalho foi extraordinário, ensinou muito aos brasileiros, que tanto sabem e entendem de futebol. Ele trouxe uma ideia diferente, um trabalho único no Brasil. Os jogadores sentiram muito, o próprio Filipe (Luís).

Guilherme Siqueira e Filipe Luís jogaram juntos no Atlético de Madrid (Foto: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa)
Por fim, Guilherme Siqueira realçou o “legado” que Jesus deixa no Flamengo, que ainda busca um substituto.- O Jorge tem aquele jeitão à beira do gramado, mas sabemos que, no dia a dia, é uma pessoa maravilhosa. Quem teve a oportunidade de trabalhar com ele, sabe o quanto pensa nos atletas. Deixa um legado no Flamengo.

Fonte: Lance