No Galo, Alan Franco teve 2ª expulsão da carreira; veja retrospecto de cartões

O Atlético terminou a partida contra o Patrocinense, na última quarta (29), com dez atletas em campo. Em sua segunda partida pelo clube, o meia Alan Franco foi expulso após entrada forte em Wisley, da equipe do interior. O equatoriano, contratado durante a pandemia, levou o segundo cartão vermelho da carreira profissional, dividida entre Independiente del Valle e agora Galo. A primeira vez que Alan Franco levou um vermelho direto foi em 24 de março de 2018, em uma partida do Del Valle contra a Universidad Católica pelo Campeonato Equatoriano. O meia foi expulso ainda aos 6 minutos do primeiro tempo, situação que não atrapalhou o resultado. O Del Valle acabou vencendo a Universidad Católica do Equador por 2 a 1. Franco teve sua primeira oportunidade no time principal do Del Valle em 2016. O meia foi anunciado pelo Atlético neste mês, com estreia diante do América, no último fim de semana. Se o cartão vermelho no jogo contra o Patrocinense foi o segundo da carreira profissional do meia, a contagem para amarelos é diferente. Em 2016 e 2017, Alan Franco disputou apenas um jogo em cada temporada, sem nenhuma advertência. Em 2018, levou 12 cartões amarelos em 33 jogos, segunda temporada com mais partidas na carreira. Ela foi superada por 2019, com 35 jogos. Nesse ano, Franco levou sete amarelos. Em 2020, pelo Del Valle, Alan Franco foi advertido com um cartão amarelo. Já no Galo, foi expulso pela segunda vez na carreira. Quando o assunto é seleção equatoriano, Alan Franco não soma nenhum cartão. O meia disputou quatro partidas no Sul-Americano Sub-17 de 2015 e uma pelo Mundial da categoria no mesmo ano sem punição. Veja o retrospecto de cartões por temporada de Alan Franco 2018: 12 amarelos e 1 vermelho em 33 jogos 2019: 7 amarelos em 35 jogos  2020: 1 amarelo e 1 vermelho em 4 jogos

 

Fonte: O Tempo