Náutico: como sobreviver a 361 ações trabalhistas?

Devendo o que, provavelmente, nunca conseguirá pagar e com arrecadação abaixo do necessário para sair do buraco, o Náutico respira por aparelhos em Pernambuco.
Para piorar ainda mais o quadro exposto, o clube responde a 361 ações trabalhistas, até o momento.
Dívida difícil de mensurar diante das possibilidades de acordos e de protelações.
Resultado óbvio de gestões irresponsáveis que vendiam sonhos comprados com o pesadelo da gastança desenfreada.

 

Fonte: Blog do Paulinho