Micale explica trabalho no Cruzeiro na pandemia e elogia Enderson e presidente

O técnico dos juniores do Cruzeiro, Rogério Micale, explicou como iniciou o trabalho no clube, em plena pandemia, já que não teve tempo de executar o projeto traçado por conta do novo coronavírus. Micale aproveitar para elogiar Enderson Moreira, técnico do profissional. “É um amigo pessoal, somos da mesma geração de treinadores. A gente já se enfrentou muitas vezes”, disse. Sobre seu trabalho no clube, Micale disse que não parou por conta da pandemia. “A gente está fazendo uma análise geral, das condições que pegamos. Infelizmente, com duas semanas, veio a notícia da pandemia, e tivemos que suspender os trabalhos. Daí então, a gente tem tentado trabalhar de uma forma adequada com o elenco dos juniores, passando protocolo físico, dando aulas táticas. Um comportamento que a gente quer que a equipe execute quando retomarmos o trabalho”. Com as categorias de base paralisada por conta da pandemia, Micale salientou que vem mantendo contato a todo momento com os jogadores. “A gente tem mantido um contato. Principalmente mais recente. Alguns atletas, às vezes, não tem algum espaço para realizar a atividade física adequada. Estamos tentando colaborar com nossos atletas. Temos nos reunido com a nossa comissão técnica e os trabalhos estão sendo desenvolvidos.”, explicou. Direção Micale aproveitou a entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira (6) para elogiar o presidente Sérgio Santos Rodrigues. “É uma grata surpresa para nós que trabalhamos com o futebol, uma gestão transparente como esta. Vejo o presidente e a nova diretoria trabalhando muito, com uma visão inovadora. Acho que o futebol precisa de pessoas com essa energia. Que ele consiga consolidar esse trabalho. O clube vai à primeira divisão. E o Cruzeiro pode contar com o nosso trabalho para dar retorno”, concluiu.

Fonte: O Tempo