Lateral indefinida e bala na agulha: por que o Spartak quer Guga, do Galo

Com a contratação do lateral-direito Mariano, o Atlético pode negociar o jovem Guga, de 21 anos. O Galo investiu bastante no elenco em 2020 mas ainda não teve o retorno que esperava com a venda de jogadores. Guga é um dos jogadores jovens e promissores do elenco de Sampaoli com bom potencial de venda. Um dos interessados no lateral é o Spartak Moscou, da Rússia. Segundo o jornalista Léo Gomide, em suas redes sociais, o clube russo ofereceu 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 28 milhões) para contar com o lateral. O Atlético detém 75% dos direitos do atleta, enquanto o Avaí é detentor de 25%. O Super.FC conversou com o jornalista russo Egor Kuznetsov, do site Sportbox.ru e da Match TV, para saber o panorama da lateral direita do Spartak. De acordo com o jornalista, o clube não tem um titular absoluto para a função. “Há um jovem defensor, o Rasskazov, mas o clube não está satisfeito com seu progresso. Há também um jogador mais velho, de 36 anos, o Eshenko. Ele é um dos líderes do elenco, mas não o jogador que pode desempenhar um papel importante em campo”, pontuou. Kuznetsov também comentou sobre as finanças do Spartak. O clube não tem o mesmo poderio financeiro que o Zenit, por exemplo, mas tem condições de investir no lateral do Galo. “O Spartak é um dos clubes mais ricos e com situação financeira estável. O clube não está pronto para gastar tanto quanto o Zenit, mas pode investir dinheiro em transferências”, completou. A reportagem entrou em contato com Giuliano Bertolucci, empresário de Guga, mas não teve retorno até a publicação desta matéria. O Atlético, como de costume, não comenta sobre especulações.

 

Fonte: O Tempo