Jogadores do Galo vão tentar ser criativos em ‘comemorações com distanciamento’

O novo ambiente dos jogos do Campeonato Mineiro, sem torcida, certamente vai causar estranhamento para todos os envolvidos, desde torcedores até jogadores e imprensa. A medida foi um dos protocolos de segurança estipulados para a volta do futebol em Minas Gerais, que está marcada para este domingo, com seis jogos válidos pela 10ª rodada da fase de classificação. Entre as orientações da Federação Mineira de Futebol (FMF), está a ausência de hino nacional e o pedido para que os atletas comemorem os gols de forma individual. “Estádio vazio será algo novo para todos, vamos ter que usar a criatividade para comemorar os gols. Já soube de recomendação pra gente não se abraçar e precisaremos pensar em alguma coisa diferente para homenagear a nossa torcida, que estará em casa nos apoiando. A gente queria nosso torcedor por perto, menos mal que os jogos estão de volta”, comenta o zagueiro Réver, em entrevista à TV Galo. O time alvinegro encara o América às 16h, na Arena Independência.  Acostumado a contar com a família nos seus jogos, o atacante Marrony precisará ter outras inspirações no local do jogo para ajudar o Galo. “Meu pai sempre vai aos jogos e já tinha me dado conta, realmente, desta ausência. Entendemos a situação que este recomeço exige e esperamos que tudo isso acabe logo pra gente voltar a ir pro estádio sabendo que nossa torcida estará lá para nos apoiar e festejar conosco”, salientou, também em entrevista ao canal oficial do clube.

 

Fonte: O Tempo