Joel aciona o Cruzeiro na Justiça do Trabalho, um mês após deixar o clube

O atacante camaronês Joel Tagueu, que foi contratado pelo clube no fim de 2014, mas não emplacou sequência na equipe e teve o vínculo encerrado há um mês, entrou com processo na Justiça do Trabalho contra o Cruzeiro. O processo segue em segredo de justiça, mas sabe-se que ele cobra décimo terceiro salário, FGTS, férias, gratificação, multas, verbas indenizatórias e rescisórias e diferença salarial. Uma audiência está prevista para o dia 30 deste mês. Contratado junto ao Coritiba em 2014, o atacante disputou 24 jogos e marcou três gols. O  desempenho fraco o fez ser emprestado para Santos, Botafogo, Avaí e Marítimo, de Portugal.

 

Fonte: O Tempo