Galo x América: pela semi do Mineiro, times têm terceiro encontro em 18 dias

Três encontros em 18 dias. Os motivos que levaram Atlético e América a embates nesse curto intervalo foram distintos. Os times dos técnicos Sampaoli e Lisca se enfrentaram em jogo-treino e também pela primeira fase do Mineiro antes do encontro deste domingo (2), jogo de ida da semifinal do Estadual. O Galo vai receber o Coelho no Mineirão, às 16h. Nos outros dois encontros, ambos em julho, o Galo levou a melhor no jogo-treino e o resultado ficou empatado em 1 a 1 pelo Mineiro. O cenário da vez é a briga por uma vaga na decisão do Estadual, em que o América tem a vantagem do empate. Caldense e Tombense disputam a outra vaga na final. O Coelho terminou a primeira fase do Mineiro em segundo. Já o Atlético finalizou em terceiro e, por isso, a vantagem americana. O jogo da volta será na quarta (5), às 21h30, no Independência. Para a semifinal, a novidade é o VAR, árbitro de vídeo, como recurso para a arbitragem. Poucas mudanças O técnico Jorge Sampaoli vem tentando firmar uma base titular no time do Atlético. O treinador enfrentou o América no último fim de semana e fez duas mudanças no time titular para o jogo contra o Patrocinense. Guilheme Arana e Keno entraram nas vagas de Fábio Santos e Marquinhos, respectivamente. A tendência é que Sampaoli mantenha os 11 iniciais da última quarta, com Rafael; Guga, Júnior Alonso, Réver e Guilherme Arana; Allan, Nathan e Hyoran; Savarino, Keno e Marrony. O treinador não vai contar com os lesionados Gabriel, Gustavo Blanco e Diego Tardelli. Expulso contra o Patrocinense, Alan Franco vai cumprir suspensão.  O Atlético venceu o América por 3 a 2 no jogo-treino do dia 15 de julho, mas teve muitas dificuldades contra o Coelho no segundo tempo do jogo do último fim de semana. Sampaoli, inclusive, enalteceu bastante o trabalho de Lisca no time americano e disse que o América está em um processo ‘mais avançado’ que o Galo.  “Uma partida extremamente difícil com um um time como o América, que tem um rendimento muito bom no torneio, com um processo muito avançado, muito mais que nós. Vai ser muito interessante”, projetou Sampaoli. Olho na vantagem O técnico Lisca poupou os titulares do América na vitória por 3 a 0 sobre a URT, na última quarta (29), já pensando no primeiro jogo da semifinal do Mineiro. Com a despedida de Lucas Kal, que foi negociado com o futebol português, o comandante americano ainda não deu pistas de quem formará a dupla na defesa com o zagueiro Eduardo Bauermann. Nesta semana, Messias se reapresentou no CT Lanna Drumond e já foi regularizado no BID após retornar de empréstimo do Rio Ave, de Portugal. Sua estreia, porém, não deve ser neste domingo. Como o zagueiro atuou pouco no Campeonato Português, vai precisar de mais tempo para se readaptar no Coelho. Anderson e Joseph disputam a titularidade. No ataque, como Rodolfo segue no departamento médico e a formação com o centroavante Léo Passos não agradou no primeiro tempo do clássico do último fim de semana, a expectativa é que Lisca apresente alguma novidade. Matheusinho, que voltou a ser titular no jogo contra a URT e foi um dos destaques da partida, pode ser uma opção. Outro bem cotado para ganhar uma vaga é o atacante Vitão, que marcou gol nos dois últimos jogos.  Além de Rodolfo, seguem no DM o meia Felipe Azevedo, que se recupera de uma fratura por estresse na fíbula, e o volante Renan Gomes, que passou por uma cirurgia no joelho. Neto Berola, realiza trabalho de transição física. O único pendurado com dois cartões amarelos é o volante Zé Ricardo.  Ficha técnica Jogo: Atlético x América Motivo: jogo de ida da semifinal do Campeonato Mineiro Local: Mineirão, em Belo Horizonte Horário: 16h (de Brasília) Arbitragem: Ronei Cândido Alves, auxiliado por Marcus Vinícius Gomes e Felipe Alan Costa. O árbitro de vídeo será Emerson de Almeida Ferreira Transmissão: Rádio Super 91,7 FM e Globo Minas Provável Atlético: Rafael; Guga, Júnior Alonso, Réver e Guilherme Arana; Allan, Nathan e Hyoran; Savarino, Keno e Marrony. Técnico: Jorge Sampaoli Provável América: Airton, Leandro Silva, Eduardo Bauermann, Anderson (Joseph) e Sávio; Zé Ricardo, Juninho, Alê; Ademir, Leo Passos e Felipe Augusto. Técnico: Lisca

 

Fonte: O Tempo