Galo vence o América em jogo-treino em atividade com novidades e susto

Jogo-treino pegado, com gols, virada, muita audiência nas transmissões feitas pelos clubes e caras novas e lesão séria. O amistoso treinamento entre Atlético e América teve vitória atleticana por 3 a 2 , com os treinadores Jorge Sampali e Lisca utilizando quase todos os seus jogadores de seus respectivos elencos. A atividade foi composta por quatro tempos de 30 minutos cada. Com as equipes consideradas titulares participando das duas primeiras e as reservas disputando as duas últimas. Sampaoli começou o treino com Rafael; Guga, Igor Rabello, Réver e Arana; Allan, Nathan, Hyora, Savarino, Marrony e Marquinhos. Já Lisca montou o América com Airton, Leandro Silva, Bauermam, Lucas Kal e Sávio; Juninho, Zé Ricardo, Alé, Felipe Augusto, Rodolfo e Ademir. Com um trabalho mais longevo, o América foi melhor na primeira meia hora e saiu na frente com Rodolfo após a bola rodar por dez jogadores americanos antes do corte parcial de Allan, que sobrou para o camisa nove do Coelho tocar na saída de Rafael. Na segunda etapa, o Galo foi melhor. Se viu um time mais solto, com os velozes Savarino e Marquinhos dando trabalho para a defesa americana. A pressão para a retomada da posse de bola no ataque, característica do trabalho de Sampaoli, deu resultado e o Galo chegou ao empate após recuperar a bola no ataque e Marrony receber de Hyoran e tocar no canto de Airton para empatar. Um minuto depois, o América envolveu o sistema defensivo atleticano e atacou com extrema velocidade com Ademir, Felipe Augusto e Rodolfo. Felipe Augusto completou cruzamento rasteiro vindo da esquerda e fez o segundo do Coelho. O Galo seguiu pressionando em busca do empate e numa escapada de Savarino pela direita, o cruzamento encontrou Marquinhos que, de cabeça, achou Marrony para ajeitar, virar e fuzilar para o gol. Era o empate do Galo. Já nos minutos finais da segunda etapa, o árbitro viu toque na mão do zagueiro Lucas Kal. Pênalti, que Hyoran bateu para fazer o terceiro do alvinegro. Reservas Os técnicos lançaram a campo, nas duas últimas etapas, equipes consideradas reservas, porém, Sampaoli mostrou uma novidade: a presença do zagueiro Junior Alonso, que deverá ser o titular. O defensor formou a defesa com Bueno, também contratado durante a pandemia causada pelo novo coronavírus.  O Galo jogou com Victor; Mailton, Bueno, Junior Alonso e Fábio Santos; Léo Sena, Castilho (Calebe), Dylan Borrero, Otero, Diego Tardelli (Giovanni) e Sávio. O América renovou a equipe com Léo Lang; Diego Ferreira, Anderson, Luisão e Lucas; Flávio Joao Gabriel e Toscano; Carlos Alberto, Cauê e Vitao. Baixa Na última etapa, um susto que deixou todos na Cidade do Galo preocupados. Em uma dividida, o atacante Diego Tardelli caiu de mau jeito e ficou deitado no gramado. A comissão técnica do América, que estava de frente para o lance, rapidamente chamou os médicos para atenderem o jogador, que deixou o campo de maca.

 

Fonte: O Tempo