Galo vê no Mineiro a última chance de levantar taça no triênio de Sette Câmara

A agenda do Atlético para o restante de 2020 tem duas competições: os Campeonatos Mineiro e Brasileiro. Após quatro meses sem jogos, a equipe vai voltar a entrar em campo no próximo domingo (26), às 16h, contra o América. A retomada da reta final do Mineiro, que terá pela frente a 10ª rodada, vai marcar a busca do clube pelo primeiro título na gestão do presidente Sérgio Sette Câmara. Eleito no fim de 2017, o presidente do Galo assumiu o clube para o triênio 2018/2020, mas ainda não conseguiu levantar nenhuma taça dentro da atual gestão. O Mineiro será a última chance de Sette Câmara dar volta olímpica com a equipe ainda dentro deste triênio. Isso porque o Campeonato Brasileiro, competição que será retomada pelo Atlético em 9 de agosto, só vai terminar em fevereiro do ano que vem. Mesmo que o clube consiga ser campeão, a taça não poderá ser levantada dentro do primeiro mandato de Sette Câmara. O atual presidente do Galo não comenta abertamente se vai ou não se candidatar à presidência mais uma vez, mas nos bastidores o que se sabe é que uma nova candidatura é, sim, uma opção. Sem títulos na atual gestão, o momento de destaque do comando de Sette Câmara foi o início das obras da Arena MRV. O estádio será a casa do Galo, o que gera uma grande expectativa na torcida.  Ao lado de parceiros, especialmente Rubens Menin, o presidente do Atlético investiu forte no elenco. Além de contratar o experiente treinador Jorge Sampaoli e o renomado diretor de futebol Alexandre Mattos, o clube buscou boas peças no mercado para reforçar o grupo de atletas.  No Mineiro, o Atlético ocupa a terceira posição, com 18 pontos. Se vencer o América no domingo, a equipe vai garantir classificação para as semifinais. Apesar das expectativas sobre o Estadual, o que se percebe no discurso dos atletas e da própria diretoria é de foco total no Campeonato Brasileiro. Quando o campeonato regional acabar, o Brasileirão será o único da agenda do clube.

 

Fonte: O Tempo