Galo tem sentença favorável em cobrança de R$ 600 mil a empresa ligada à Puma

O Atlético moveu uma ação contra a Filon Confecções no ano passado e teve uma sentença favorável na 34ª Vara Cível da Comarca de Belo Horizonte. A empresa era responsável pelo contrato de fornecimento de camisas do clube com a marca da Puma, fornecedora do Galo entre 2014 e 2016.  A decisão ainda cabe recurso, mas foi comunicada e comemorada pelo vice-presidente do clube, Lásaro Cândido da Cunha, por meio de suas redes sociais. O valor corrigido da cobrança é de R$ 600 mil. “Ação judicial: a 34ª Vara Cível de BH acaba de proferir sentença favorável ao ATLÉTICO contra a Filon (que explorava a marca PUMA/ 2015). Trata-se de ação cível por descumprimento de contrato de licenciamento de marca. Valor da condenação atualizado em torno de R$600.000 reais. Cabe recurso”, disse.   Ação judicial:a 34a Vara Cível de BH acaba de proferir sentença favorável ao ATLÉTICO contra a Filon (q explorava a marca PUMA/ 2015)Trata-se ação cível p descumprimento de contrato de licenciamento de marca.Valor da condenação atualizado em torno de R$600.000 reais.Cabe recurso pic.twitter.com/oSQAMqSHWE — Lásaro Cândido (@lasaroccunha) July 14, 2020   Ao entrar com ação contra a Filon, ainda em meados de 2019, o Atlético alegou que a empresa não cumpriu com uma das parcelas do contrato firmado em dezembro de 2013, de “Licenciamento de Marca, Patrocínio de Material Esportivo e outras avenças”. Esse contratou vigorou de 28 de fevereiro de 2014 a 31 de janeiro de 2016. A Filon deveria ter pago quatro parcelas de R$ 500 mil ao Atlético, mas segundo a defesa do clube, não o fez quando à parcela que era para ter sido paga em julho de 2015.

 

Fonte: O Tempo