Galo: Sampaoli integra transição, mas ainda não usou dupla de R$ 20 milhões

O Atlético tem duas equipes treinando na Cidade do Galo: o time principal, comandado por Jorge Sampaoli, e o de transição, treinado por Leandro Zago. Apesar dessa separação, o técnico argentino tem promovido uma integração do sparring, como é chamado, com o time principal, mas ainda não chamou uma dupla que custou caro ao clube. O lateral-esquerdo uruguaio Lucas Hernández e o volante paraguaio Ramon Martínez, contratados no ano passado para a equipe principal, estão no time de transição do Galo porque estavam fora dos planos de Sampaoli. Enquanto o lateral custou cerca de R$ 12 milhões ao clube mineiro, o volante demandou pouco mais de R$ 8 milhões aos cofres do Galo.  Outros atletas fora dos planos de Sampaoli tiveram como resolução a rescisão de contrato com o Atlético, como Franco Di Santo e Clayton, por exemplo. A diferença para a dupla de gringos, porém, está no investimento que foi feito com eles. Simplesmente rescindir com dois atletas que custaram tanto ao clube configuraria um alto prejuízo. Os dois foram adquiridos durante a passagem do diretor de futebol Rui Costa pelo clube. Enquanto não surgem propostas que satisfaçam a diretoria do Galo por Lucas e Ramon, os dois seguem com o grupo de transição, especialmente com trabalhos físicos. O elenco comandado por Leandro Zago é diverso, mas tem em sua maioria jogadores mais jovens que vêm tendo algumas oportunidades com Sampaoli. O time de transição começou a treinar na Cidade do Galo em 10 de junho, sendo que Sampaoli passou a chamar alguns dos atletas de Zago para treinarem com o principal há pouco mais de duas semanas. Para a posição de Lucas Hernández, o Atlético conta com Guilherme Arana e Fábio Santos. Já para a posição de Ramon Martínez, o clube tem Jair, Gustavo Blanco, Allan e Léo Sena, além de Alan Franco, que pode jogar de meia e de volante. No caso dos dois últimos, eles foram contratados durante a pandemia. Franco ainda não assinou com o Galo, mas está passando pelos exames protocolares. Lucas Hernandez tem 27 anos e foi contratado junto ao Peñarol, do Uruguai. O jogador não correspondeu nas poucas oportunidades que teve com a camisa do Galo. Ao todo, foram apenas sete partidas. Ramon Martínez, por sua vez, tem 24 anos e deixou o Guaraní, do Paraguai, para acertar com o Atlético. Teve algumas chances quando chegou, mas não emendou grandes sequências. Ao todo, fez 14 jogos pelo clube.

Fonte: O Tempo