Galo procura Globo para se resguardar de possível transmissão de jogos na Turner

O Atlético entrou em contato com o Grupo Globo para alinhar possíveis medidas contra a indicação da Turner de transmitir partidas do clube no Campeonato Brasileiro deste ano. O grupo norte-americano, dono dos canais TNT e Space e do antigo Esporte Interativo, se apoia na Medida Provisória (MP) 984 e pretende exibir 13 jogos de time que têm contrato com a Globo nas dez primeiras rodadas da competição, entre eles, dois do Galo. A MP, editada pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 18 de julho, dá ao mandante o direito de transmissão aos mandantes. Antes, a legislação exigia que uma emissora tivesse contrato com as duas equipes envolvidas. A Globo, assim como o Atlético, entende que contratos celebrados anteriormente à MP devem ser respeitados. O contrato do alvinegro com a emissora vai até 2024. “É importante que os contratos sejam respeitados. É a minha opinião e também a do vice presidente (Lásaro Cunha). O Atlético entende que não tem cabimento a questão relacionada à Turner. O Atlético, inclusive, já teve contato com a Globo para perfilar com ela qualquer tipo de discussão relacionada às transmissões dos jogos do Atlético pela Turner. O Atlético vendeu os direitos para a Globo e entende que somente a Globo pode transmitir. Já estudamos bem essa questão e, é claro, cabem outras interpretações”, afirmou o presidente alvinegro, Sérgio Sette Câmara, nessa segunda-feira (27), em webinar promovida pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MG). No último dia 22, a CBF divulgou a tabela detalhada das dez primeiras rodadas da Série A, programando dois jogos do Galo na TNT: Internacional x Atlético, no dia 19 de agosto, e Coritiba x Atlético, dia 6 de setembro. Inter e Coxa têm contratos de TV fechada com a Turner, assim como Santos, Bahia, Ceará, Fortaleza, Palmeiras e Athletico-PR. Os demais, assinaram pra TV fechada com o Sportv (canal do Grupo Globo). Com exceção do Red Bull Bragantino, recém-promovido à elite do futebol brasileiro, os outros 19 clubes têm contrato de TV aberta com a Globo. No pay-per-view, todos os clubes têm contrato com a Globo, com exceção de Bragantino e Athletico-PR. Depois divulgação da programação dos jogos pela CBF, a Globo divulgou nota. “A Globo enviou notificação ao Bragantino e à Turner, com cópia para os clubes que têm contrato com aquela empresa e para a CBF, deixando claro que está pronta para tomar medidas legais cabíveis para proteção de seus direitos exclusivos, caso haja tentativa de violá-los com a transmissão de jogos de clubes que negociaram seus direitos com a empresa, ainda que na condição de visitantes”, avisou a emissora carioca.

 

Fonte: O Tempo