Galo: Marquinhos revela paciência e dá dica para chegar ao profissional

O fato de, há pouco tempo, estar na base do Atlético, parece criar uma valorização ainda maior no atacante Marquinos. Em entrevista à TV Galo, ele sabe que o novo momento na carreira é único, sendo presenteado pela espera da oportunidade quando ela era necessária.  “É um momento gostoso, chega a dar frio na barrigar estar ao lado de jogadores como Victor e Réver. Quando subi, todos me acolheram bem. O tempo me ajudou a amadurecer e aprendi muito. Percebi que a pressa é a inimiga da perfeição. Quando se é novo, a gente quer jogar, querendo logo que as oportunidades apareçam para a gente aproveitá-las”, comenta à TV Galo.   No domingo, o Galo encara o América na retomada do Campeonato Mineiro, faltando duas rodadas para o fim da fase de classificação. O Coelho é líder, estando três pontos na frente do adversário.  A frustração por não jogar quando queria se transformou em paciência, que ele indica aos mais novos que buscam um lugar no time de cima. “Minha dica é que eles matem um leão por dia, cada dia conta muito para nossa evolução. É importante ser profissional fora de campo, cuidar do sono e alimentação. Algo muito importante é paciência. A gente quer sempre jogar e precisa esperar a hora certa. Além, é claro, de ter muita determinação”, conta.  Marquinhos não esconde a ansiedade por estar tão perto do retorno dos jogos oficiais. “Estou com muita saudade de voltar a jogar, no dia do jogo-treino contra o América, eu era só alegria. Converso muito com minha esposa, falo com ela como sou feliz de fazer parte de um time grande, dar uma boa condição pra minha família. São coisas pequenas que representam muito”, comemora.

Fonte: O Tempo