Galo: Alan Franco aguarda em Miami e tem restrição de voos para o Brasil

O meia Alan Franco deixou o Equador nesse domingo (5), mas ainda não sabe quando vai desembarcar no Brasil para realizar exames médicos e assinar com o Atlético. O jogador saiu da capital Quito e está em Miami, nos Estados Unidos, aguardando autorização para acessar o território brasileiro. Em portaria publicada no Diário Oficial da União no dia 1º de julho, foi estendida a proibição da entrada de estrangeiros no Brasil por mais 30 dias, mas com algumas exceções. Segundo o art. 7º da publicação, a proibição não se aplica a quem vier ao país para “atividades artísticas ou desportivas com contrato por prazo determinado”. A portaria ainda cita os aeroportos, ao todo quatro, que podem ser usados pelos estrangeiros citados no artigo 7: Aeroporto de Guarulhos (São Paulo), Galeão (Rio de Janeiro), Viracopos (Campinas) e Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek (Brasília). Até domingo (12), só há voos de Miami para o Brasil com desembarque no Aeroporto de Guarulhos: terça, quinta e sábado (um voo em cada dia), sexta e domingo (dois voos em cada dia). As outras três opções de aeroportos não devem receber voos de Miami nos próximos dias. Para o Aeroporto de Brasília, por exemplo, tem escala em Guarulhos. A viagem de Alan Franco para Miami se deu pelo baixo número de voos que têm saído do Equador. Não havia nenhum direto para o Brasil, do qual o meia aguarda autorização para desembarcar. Quando conseguir, terá ainda que viajar para Belo Horizonte, onde vai realizar exames médicos para assinar com o Atlético. O Independiente del Valle, do Equador, time ao qual Alan Franco estava vinculado, já até se despediu do jogador. O Atlético ainda não anunciou o meia de 21 anos, mas o presidente Sérgio Sette Câmara já chegou a comentar sobre o jogador e a pendência da vinda ao Brasil.

 

Fonte: O Tempo