Fifa suspende Rony por quatro meses; jogador do Palmeiras pode recorrer

Prestes a confirmar a negociação de Dudu com o Al Duhail, do Qatar, o Palmeiras recebeu nesta segunda-feira a notícia de que será desfalcado de mais um titular no setor ofensivo. A Fifa comunicou a decisão de suspender Rony por quatro meses, por conta do imbróglio em sua saída do Albirex Niigata, do Japão, no final de 2017. Ainda cabe recurso.A informação foi publicada primeiramente pelo Globo Esporte. O atacante fica impedido de entrar em campo em partidas oficiais até novembro e, também, recebeu multa de 1.129.499 dólares (equivalente a R$ 6.040.560,65, na cotação atual), com juros de 5% de março até o pagamento. O prazo para que seja desembolsado esse valor é de 30 dias.

 

O período para que se entre com recurso no CAS (Corte Arbitral do Esporte, em inglês) é de 21 dias. Tanto o Palmeiras quanto os responsáveis pela carreira do Rony ainda não confirmaram ao LANCE! de que forma tentarão reverter a decisão da Fifa.O problema com o Albirex Niigata surgiu em 2017, com o time japonês levando o atacante, então vinculado ao Cruzeiro, por empréstimo de um ano, com renovação por mais duas temporadas, na visão dos asiáticos. O jogador, porém, afirma que não havia essa cláusula e, no fim de 2017, retornou ao Brasil, sendo acusado, ainda, de abandono de emprego pelo Albirex Niigata.O imbróglio atrapalhou a carreira de Rony. Em 2018, o jogador chegou a ser anunciado pelo Botafogo, mas o clube carioca desistiu ao ser alertado pelo clube japonês. Ainda em 2018, o Corinthians também tentou a contratação e foi desmotivado por seu departamento jurídico.Quem acabou acertando com Rony, em 2018 mesmo, foi o Athletico-PR, que acabou punido também pela Fifa. O Palmeiras, que o contratou no final de fevereiro por 6 milhões de euros (cerca de R$ 28 milhões, na época) e acertou vínculo até dezembro de 2024, será afetado somente dentro de campo caso a pena da Fifa seja mantida.

Fonte: Lance