Felipe Augusto, do América, acredita em protocolo seguro no retorno aos jogos

Após mais de quatro meses sem jogos, por conta da pandemia do novo coronavírus, o América terá pela frente uma maratona de partidas, com a retomada do Estadual e o início do Campeonato Brasileiro. Última vez que o América entrou em campo foi no dia 15 de março, vitória de 1 a 0 sobre o Patrocinense, pela nona rodada do Mineiro. Para o atacante Felipe Augusto, o retorno deverá contar com um rigoroso protocolo de prevenção à Covid-19, para que os atletas se sintam seguros. “Acredito que o pessoal está tentando fazer de tudo para que a gente volte em segurança. É esperar para ver quando a competição voltar. Temos que tentar acatar os protocolos da melhor maneira possível, com toda a segurança. E espero que a gente volte com toda a segurança mesmo, porque é uma situação difícil, atípica, mas ao mesmo tempo a gente sente saudade de jogar. Só que para gente voltar a jogar agora, tem que ter um protocolo de bastante segurança para todos nós”, destacou o atacante. Felipe Augusto acredita que o tempo de atividades, no CT Lanna Drumond, foi bem aproveitado pelo elenco. “Já tem um tempo que a gente vem se preparando para a retomada dos jogos. Acho que os treinamentos têm sido bastante bons, com muito conteúdo, qualidade e intensidade. Acredito que a equipe do América hoje está preparada para iniciar o campeonato a qualquer momento”, destacou. Atividades desta terça-feira (14) Às vésperas do jogo-treino contra o Atlético, o América realizou mais um dia de atividade, no CT Lanna Drumond. Antes dos exercícios físicos, a comissão técnica e os jogadores fizeram uma reunião em um dos campos. Depois de muito diálogo e da preparação física, Lisca comando uma atividade em espaço reduzido, com foco na evolução da posse de bola, movimentações e precisão do passe. No trabalho tático, o treinador realizou ajuste de posicionamento, compactação, marcação e construção de jogadas ofensivas.

 

Fonte: O Tempo