Falta de opções faz Tupynambás abrir mão do mando de campo contra Caldense

Depois de ver Juiz de Fora não autorizar a prática de atividades esportivas na cidade, o Tupynambás, lanterna do Campeonato Mineiro, busca outras alternativas para mandar o jogo do próximo domingo, quando vai enfrentar a Caldense, pela 11ª rodada do Campeonato Mineiro. O jogo vai marcar a retomado do Estadual, interrompido há quatro meses em virtude da pandemia do coronavírus. Na última posição e correndo sério risco de rebaixamento, o time de Juiz de Fora pode abrir mão do mando de campo para ter onde jogar.  Uma vez que Juiz de Fora não está permitida para receber jogos, o time da Zona da Mata foi atrás de outras opções, que ainda não deram um retorno definitivo. A primeira tentativa foi Varginha, que também ainda não autorizou jogos na cidade, problema que vai precisar ser resolvido pelo Boa Esporte. Muriáe foi outra opção cogitada, assim como Tombos. As duas cidades ainda não deram retorno para o time de Juiz de Fora.  Uma última ideia foi fazer uma consulta informal à Federação Mineira de Futebol (FMF) sobre a inversão do mando de campo do jogo contra a Caldense. Desta forma, a partida aconteceria em Poços de Caldas, que já deu sua aprovação para partidas na cidade. A FMF afirma que ainda não recebeu a solicitação do Tupynambás, que ainda não venceu nenhuma partida após nove jogos realizados. O time do interior, em virtude das dificuldades de autorização, está hospedada e realizando seus treinos em Xerém, no Rio de Janeiro.

 

Fonte: O Tempo