Cruzeiro pede que liminar de Fred seja reconsiderada e atleta pode voltar à Toca

Ainda nessa terça-feira, o departamento jurídico do Cruzeiro entrou com um pedido de contestação do pedido de tutela de urgência que foi deferido ao atleta ainda no mês de fevereiro, quando do seu pedido de saída do clube para poder fechar com qualquer outro clube do futebol brasileiro. O documento possui mais de 90 páginas. Fred acabou retornando ao Fluminense. Porém, o Cruzeiro pede que essa decisão seja revogada. A informação foi publicada inicialmente pelo portal “Esporte News Mundo” e confirmada pelo Super.FC com Flávio Boson, superintentende jurídico do Cruzeiro.  Ele explicou, no entanto, que o clube discute neste momento não o retorno do aleta, mas sim a multa, que se aproxima do exorbitante valor de R$ 70 milhões. Uma audiência entre as partes está marcada para o dia 31 de agosto, na Vara do Trabalho, em Belo Horizonte.  “O Fred pleiteia uma rescisão indireta com o Cruzeiro por considerar que o clube foi inadimplente. O que estamos fazendo no caso é apresentar todas as aruguições que possuímos para discutir o que o atleta considera ter direito. Isso é feito por etapas. Apresentamos esse recurso ontem (terça-feira)”, disse Boson.  “O que está em análise neste momento não é a questão do retorno do atleta, em si, mas a multa. Por exemplo, eu compro um apartamento na planta, lá tem a multa, se você descumprir o contrato, você tem que arcar. O Fred diz que quem deu causa ao fim de contrato é o Cruzeiro, e a multa seria do clube. O Cruzeiro entende que o jogador optou pela saída antes do término do contrato, invalidando a multa. A situação então será discutida”, explicou.  O retorno? O superintendente jurídico do Cruzeiro, Flávio Boson, destacou também à reportagem que a revogação da liminar concedida a Fred poderia gerar o imbróglio de seu retorno à Raposa. A defesa apresentada pelo Cruzeiro nesta terça-feira solicita então que seja mantido o contrato especial de trabalho desportivo.   Responsabilização de Wagner e Itair No pedido do Cruzeiro há a solicitação de que Wagner Pires e Itair Machado sejam arrolados no processo e penalizados em caso de uma responsabilização solidária, pois os dois foram responsáveis pela contratação e execução de vínculo de Fred com o Cruzeiro.  Defesa de Fred  O advogado de Fred, o doutor José Eduardo de Rezende Chaves Júnior, também foi ouvido pela reportagem do Super.FC. Ele salientou que ainda não tomou conhecimento do que foi solicitado pelo Cruzeiro, mas apontou que o processo está tramitando de forma normal e que o clube apenas apresentou uma defesa, que será discutida posteriormente em juízo.  “O Cruzeiro apresentou a defesa do processo nessa terça-feira, vamos ainda ter acesso à defesa e conhecer o conteúdo. Nós não conhecemos o teor do que foi pedido, vamos analisá-la, e o Fred sempre, em todo o momento, se mostrou pronto para um acordo. Eu já estive na sede do clube com a diretoria anterior, buscando um acordo. O Fred está sensibilizado pela situação do Cruzeiro, e sempre esteve disposto ao acordo, estivemos com o acordo encaminhado, mas o Cruzeiro voltou atrás. Vamos analisar o processo”, concluiu.

Fonte: O Tempo