Campeonato Mineiro: times do interior são protagonistas na rodada final

A última rodada da fase de classificação do Campeonato Mineiro, nesta quarta-feira, reserva brigas na parte de cima e de baixo da tabela. Normalmente atuando como coadjuvantes, os protagonistas da vez são os times do interior. Todos os jogos estão marcados para as 21h30 e farão com que os torcedores estejam ligados não somente nos jogos da sua equipe como em outras partidas que podem definir o futuro no seu time do coração. Em jogo, liderança, classificação, presença na série D de 2021 e luta contra o rebaixamento.  O maior destaque fica por conta da Tombense, que assumiu a liderança na última rodada e pode terminar a primeira fase na liderança, superando o trio da capital mineira. O time de Tombos faz excelente campanha com apenas uma derrota e depende somente de si para garantir a primeira posição para jogar com vantagem já na semifinal. O adversário será o Uberlândia, equipe que não tem mais chance de classificar nem de ser rebaixada e já está praticamente garantida na série D de 2021. A Caldense também tem vaga certa na quarta divisão, que terá três times mineiros no próximo ano. A última vaga está entre URT e Patrocinense.  Apesar das poucas aspirações do Verdão, o Tombense sabe da importância da partida para conseguir um resultado histórico dentro de casa e deixar adversários de investimento bem superior para trás, algo que raramente acontece na competição. O fato de já estar classificado parece ainda não ser suficiente para a equipe da Zona da Mata, que quer ir além do que já confirmou para chegar com uma motivação extra na próxima fase. Pra fugir do Módulo II Um outro jogo decisivo acontece na parte de baixo da tabela, colocando frente a frente Villa Nova e Coimbra, que jogam em Nova Lima. Os dois brigam com o Tupynambás formando um trio em que dois jogarão a próxima edição do Módulo II. O Coimbra se garante na elite de 2021 com um empate. O Villa, assim como o adversário, venceu apenas uma partida e precisará do resultado positivo para se salvar da queda, que não acontece desde 1994. Menos mal que cada lado depende somente de si para definir seu futuro.  O que poderia ser um jogo de tudo ou nada para o Tupynambás, fora de casa, contra o Boa Esporte, não tem mais nenhum sentido em termos de classificação. A equipe da Zona da Mata foi goleada pela Caldense na última rodada e chega para o confronto desta quarta-feira já rebaixada. O Boa não tem mais chances de queda nem de chegar às semifinais, restando apenas a disputa do Troféu Inconfidência, entre os times que não se classificaram.

 

Fonte: O Tempo