Bustos vira prioridade do Galo e clube monta operação para contratar atacante

A prioridade do mercado do Atlético atualmente tem nome e sobrenome: Nahuel Bustos. O Galo montou uma operação para tentar contratar o jovem atacante do Talleres, da Argentina, após investidas sem sucesso. O clube chegou a oferecer 4,2 milhões de dólares (cerca de R$ 22,8 milhões na cotação da época) no mês passado, como antecipou o Super.FC, o que não agradou ao clube argentino. Agora, o Atlético partiu para uma nova tentativa, em que autorizou um intermediário para a negociação, como noticiou o portal UOL. A reportagem do Super.FC confirmou que o Galo tem uma operação para tentar a contratação do atacante até a semana que vem. Isso, inclusive, envolve mais que um intermediário.  A insistência do Atlético também tem nome: Jorge Sampaoli. O treinador quer muito contar com o atacante de 21 anos, uma das joias da nova geração do futebol argentino. Questionado se, o Atlético informou que não comenta assuntos ligados a vendas, compras e empréstimos de atletas. Em novo contato com o Super.FC, o presidente do Talleres, Andrés Fassi, afirmou que ainda não recebeu nenhuma proposta oficial pelo jogador. Ainda, que já deixou claro ao Atlético quanto quer pelo atacante. “Eles já sabem o que pedimos por Nahuel. Se estiverem dispostos, que enviem uma proposta oficial e analisaremos. Até agora, não recebi nada oficial”, comentou. Procurado pela reportagem em junho, Andres chegou a afirmar que queria pelo menos 6,5 milhões de dólares (quase R$ 35 milhões na cotação atual) por 60% dos direitos de Bustos.  De acordo com Andres Fassi, nove clubes da Europa têm monitorado a situação de Bustos. No entanto, com a reta final da temporada, muitos têm pedido um tempo para encerrar suas competições. “O que acontece é que todos me pedem para finalizar seus torneios (Itália, Espanha, Rússia e Inglaterra) para saber quais competições terão no ano que vem. Se o Atlético Mineiro quiser fechar o negócio agora, quando restam dois meses de mercado na Europa, já sabem quais são as condições”, colocou Andres. “Ele [Atlético] não vai conseguir outro jogador como Nahuel por esse preço. Se Nahuel fosse do Flamengo ou do São Paulo hoje, estaria sendo vendido por 25 milhões de euros para a Europa”, completou. *Com Gabriel Pazini

Fonte: O Tempo