América: Lisca lamenta derrota e lesão de Tardelli, mas aprova jogo-treino

Nesta quarta-feira (15), o América foi até ao centro de treinamento do Atlético para realizar o primeiro teste, após a interrupção do futebol, por conta da pandemia do novo coronavírus. O Coelho abriu o placar do jogo-treino e esteve na frente por duas oportunidades, mas cedeu o empate para o adversário, com um pênalti contestado pelos americanos. Rodolfo e Felipe Augusto marcaram para o América, enquanto Marrony (duas vezes) e Hyoran, de pênalti fizeram os gols da vitória do Galo, por 3 a 2. Para o técnico Lisca, os objetivos do duelo foram alcançados, apesar da derrota. “Acho que no cômputo geral foi muito bom para a gente ter algumas avaliações e voltar a quebrar aquele gelo de jogar um jogo contra um adversário. O dia 26 já está se aproximando, então entre os nossos objetivos, conseguimos alcançar todos”, salientou o treinador. Na segunda metade da partida, que foi disputada em quatro tempos de 30 minutos cada, o atacante do Atlético, Diego Tardelli sofreu um trauma no tornozelo direito e vai realizar exames para saber qual a gravidade da lesão. Lisca, que acompanhou de perto o lance, disse que lesionar um jogador, era o que as comissões mais temiam. “Infelizmente teve a lesão do Tardelli. Ele prendeu o pé na grama, foi bem na nossa frente. Era o que a gente menos queria”, lamentou. O treinador americano manteve a base titular da equipe que vinha jogando antes da paralisação do futebol. Leandro Silva retornou à lateral-direita, enquanto o Sávio permaneceu na esquerda e o Ademir, no ataque. Equipe que iniciou o jogo-treino: Airton; Leandro Silva, Lucas Kal, Eduardo Bauermann e Sávio; Zé Ricardo, Juninho, Alê, Ademir e Felipe Augusto; Rodolfo.

Fonte: O Tempo